Fórum Nacional de Gestores de Inovação e Transferência de Tecnologia

Últimas Notícias

EDITAL DE CONVOCAÇÃO_Assembléia Geral Ordinária 2017

DATA E HORA:

11h00min de quarta feira, 17 de maio de 2017
     Início do credenciamento e disponibilização da lista de associados no pleno gozo de seus direitos (Art. 16 e Art. 17 do Estatuto).
15h30min de quarta feira, 17 de maio de 2017
     Início da Assembléia com chamada de quorum (Art. 24 do Estatuto):
     1a Chamada: maioria absoluta dos associados em pleno gozo de seus direitos.
     2a Chamada: 30 (trinta) minutos após, com qualquer número de presentes.

LOCAL:
Assembléia Legislativa do Estado do Ceará, Av. Des. Moreira, 2807, Dionísio Torres, Fortaleza, CE, 60170-900, Brasil.

ORDEM DO DIA:
1. Informes dos órgãos do FORTEC e dos Associados do FORTEC;
2. Apreciar e submeter à aprovação contas e orçamento:
     2.1 Contas do exercício de Junho de 2016 a Dezembro de 2016;
     2.2 Contas do exercício de Janeiro de 2017 a Maio de 2017;
     2.3 Orçamento para o próximo exercício.
3. Relatórios:
     3.1 Apreciar e submeter à aprovação o Relatório do exercício Maio de 2016 a Dezembro de 2016;
     3.2 Apreciar e submeter à aprovação o Relatório do exercício Janeiro de 2017 a Maio de 2017;
     3.3 Apresentação dos Relatos das Coordenações Regionais do FORTEC – 5min por Coordenação.
4. Apreciar e submeter à aprovação a atualização de anuidades dos Associados.
5. Apreciar e referendar, mediante projeto, as candidaturas ao XII Encontro Anual do FORTEC 2018.
6. Apreciar e referendar, mediante pré-projeto, as candidaturas ao XIII Encontro Anual do FORTEC 2019.
7. Apreciar e submeter à aprovação a proposta de Regimento Interno (Art. 27 – IV e Art. 32 – II a do Estatuto).
     [exigida aprovação por maioria simples dos associados presentes (§ 2º do Art. 27)]
8. Receber candidaturas complementares de cargos e homologar as indicações com mandatos pró-tempore (Art. 27 incisos IX e X).
     [exigida aprovação por maioria simples dos associados presentes (§ 2º do Art. 27)]
9. Apreciar e aprovar a Carta de Fortaleza – XI FORTEC 2017.
10. Apreciar e votar a Ata da Assembléia Ordinária 2017 ora realizada.

Mais informações e subsídios irão sendo disponibilizados na página da internet do FORTEC (www.fortec.org.br).

EDITAL CANDIDATURA À SEDE DO XIII ENCONTRO ANUAL DO FORTEC – 2019

Atendendo à deliberação da Assembléia do FORTEC ocorrida em 22 de Maio de 2015, em Curitiba-PR, que decidiu que o FORTEC buscará atender à rotatividade entre as Regiões do Brasil e que em 2019 será priorizada em primeiro lugar a Região Sudeste, em segunda prioridade a rotatividade de estados e em terceira prioridade a rotatividade de organizações associadas,

CONVIDAM-SE

os associados do FORTEC a apresentarem candidaturas para sediar o evento no primeiro semestre de 2019, sendo preferível o período de 06 a 10 de Maio de 2019 de modo a não haver superposições com outros eventos nacionais.

 

Para mais informações CLIQUE AQUI

EDITAL CONFIRMAÇÃO E CHAMADA DE CANDIDATURA À SEDE DO XII ENCONTRO ANUAL DO FORTEC – 2018

 Atendendo a:

– deliberação da Assembléia do FORTEC ocorrida em 22 de Maio de 2015, em Curitiba-PR, que decidiu que o FORTEC buscará atender à rotatividade entre as Regiões do Brasil e que em 2017 será priorizada em primeiro lugar a Região Nordeste, em segunda prioridade a rotatividade de estados e em terceira prioridade a rotatividade de organizações associadas;

– deliberação da Assembléia do FORTEC ocorrida em 13 de Maio de 2016, em Cuiabá-PR, que aprovou o pré-projeto de realização em Boa Vista, Roraima, Brasil, no período de 08 a 11 de aio de 2018,

CONVIDAM-SE

os associados do FORTEC a

CONFIRMAREM A CIDADE DE BOA VISTA-RR

ou a

APRESENTAREM NOVAS CANDIDATURAS

para sediar o evento no primeiro semestre de 2018, sendo preferível o período de 07 a 11 de Maio de 2018 de modo a não haver superposições com outros eventos nacionais.

 

Para mais informações CLIQUE AQUI

Manifestação de apoio à iniciativa do CNPq

O CNPq anunciou recentemente (em 22 de fevereiro último) que incluirá em suas chamadas com viés tecnológico o item “Pesquisa em Bases de Propriedade Intelectual”. Nada mais sensato, 12 anos após a Lei de Inovação (Lei 10.973 de 2004) e um ano após o Marco Legal de CT&I (Lei 13.243 de 2016). Deste modo o CNPq cada vez mais concretiza sua vocação de “Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e TECNOLÓGICO”, participando cada vez mais do Sistema Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação.

A inserção desta prática no dia-a-dia dos pesquisadores não só ajudará a evitar a reedição de esforços por falta de informação, mas certamente qualificará melhor as iniciativas de pesquisadores, principalmente aqueles que buscam rotas tecnológicas alternativas a soluções já protegidas por patentes no Brasil ou no exterior.

Para aqueles que preocupam-se essencialmente com o ineditismo científico e não tanto com o potencial inovador resultante de suas pesquisas, tanto melhor, já que o ineditismo não depende de aspectos legais e prescinde de fronteiras, pois deste modo também será utilizada a informação científica e tecnológica que está contida nos documentos de patentes.

Naturalmente, pode haver alguma preocupação por parte de pesquisadores que ainda não se acostumaram a incluir os documentos de patentes como material de trabalho usual na sua busca do estado da arte/técnica, algo que certamente ocorrerá mais efetivamente quando iniciativas como esta do CNPq se tornarem lugar-comum.

Esta iniciativa certamente trará mais informações e contribuirá para otimizar o trabalho de todos (proponentes e avaliadores) e valorizar o esforço daquelas instituições que têm buscado auxiliar e assessorar seus pesquisadores num mundo em que a distância entre a pesquisa mais fundamental e a inovação é cada vez menor, e em que se entende que ambas são imprescindíveis.

Nossos parabéns ao CNPq!

Carta conjunta SBPC e entidades

Ilmo. Sr.
JORGE ANTONIO DEHER RACHID
Secretaria da Receita Federal
Brasília, DF.

Senhor Secretário,

As entidades signatárias vêm à presença de Vossa Senhoria encarecer providências desse Órgão para que sejam liberadas as cotas de importação de equipamentos e insumos para pesquisa científica, tecnologia e inovação, conforme a Lei 8010/94.

As referidas importações se encontram paralisadas desde o inicio do ano, pois o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) – órgão central do Siscomex – responsável pela análise do enquadramento do projeto beneficiário, até o momento não pôde emitir Licença de Importação. Essa demora tem prejudicado dezenas de projetos de forma irreversível.

Não precisamos grifar que muitas dessas pesquisas interrompidas dizem respeito ao interesse da sociedade, como vacinas, novos tipos de diagnósticos e terapias de doenças que acometem a população, além de tecnologias para redução do custo de exploração de petróleo e energia, biotecnologias, meio ambiente, entre outros.

Certos de termos sua compreensão para a liberação da cota de importação para CT&I, enviamos nossas cordiais saudações.

 

Atenciosamente,

Academia Brasileira de Ciências (ABC)
Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec)
Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Nacionais de Ensino Superior (Andifes)
Conselho Nacional das Fundações de Apoio às Instituições de Ensino Superior e de Pesquisa Científica e Tecnológica (Confies)
Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap)
Conselho Nacional de Secretários Estaduais para Assuntos de Ciência, Tecnologia e Inovação (Consecti)
Fórum Nacional de Gestores de Inovação e Transferência de Tecnologia (Fortec)
Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC)

C/c. aos Ministros:  da Fazenda, Henrique de Campos Meireles, do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Dyogo Oliveira e da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab.

 

Programa de expansão da Rede PROFNIT

Uma das ações empreendidas pela Associação Nacional Fórum de Gestores de Inovação e Transferência de Tecnologia (FORTEC), no biênio 2014-2016 foi a implantação do Mestrado Profissional em Gestão da Propriedade Intelectual e Transferência para a Inovação (PROFNIT).  O curso já está plenamente implantado em 12 (doze) instituições denominadas Pontos Focais, conforme aprovado pela CAPES. Estes Pontos Focais estão localizados nas 5 regiões do Brasil, e lotados em 9 Estados da Federação.

Atendendo aos anseios das várias instituições associadas ao FORTEC e visando promover capilaridade do PROFNIT por todo o território Nacional, lançamos no mês de outubro a Chamada 03/2016 intitulada “PROSPECÇÃO DE INSTITUIÇÕES INTERESSADAS EM PARTICIPAR DO PROFNIT”.

Recebemos 14 propostas institucionais para novos Pontos Focais, a saber:

  1. Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Pará (IFPA)
  2. Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS)
  3. Instituto Federal Fluminense (IFF)/ Universidade Estadual do Norte Fluminense (UENF)
  4. Universidade do Estado da Bahia (UNEB)
  5. Universidade do Estado do Amazonas (UEA)
  6. Universidade Federal de São João Del Rei (UFSJ)/Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF)
  7. Universidade Federal de Tocantins (UFT)
  8. Universidade Federal do Amapá(UNIFAP)/Universidade do Sul e Sudeste do Pará (UNIFESSPA)
  9. Universidade Federal do Amazonas (UFAM)
  10. Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT)/Instituto Federal do Mato grosso(IFMT) /Universidade do Estado (UEMT) do Mato Grosso
  11. Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA)
  12. Universidade Federal do Paraná (UFPR)
  13. Universidade Federal do Piauí (UFPI)
  14. Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF)

A Comissão Acadêmica Nacional (CAN) do PROFNIT está analisando cada uma das propostas e aguardando sinalização da CAPES com relação aos procedimentos necessários para a abertura da submissão formal das propostas de adesão ao APCN/Plataforma Sucupira.

Brevemente serão agendadas visitas técnicas a cada uma das instituições proponentes, de forma a apoiar as demandas para que sejam qualificáveis para adesão ao curso, seguindo as mais rígidas regras de qualidade da CAPES, às quais os Mestrados Profissionais da linha PROF são submetidos.

O Conselho Gestor e a Comissão Acadêmica Nacional parabenizam pela excelente articulação de todas as instituições que manifestaram interesse no curso e – desde já – deseja as boas vindas à Rede Nacional PROFNIT/FORTEC.

Salvador, 15/12/2016

Divulgação dos eleitos para o biênio 2017-2018

Prezados Associados,

A Comissão Eleitoral da Associação Fórum de Gestores de Inovação e Transferência de Tecnologia – FORTEC torna público o Resultado da Apuração das Eleições, realizada nos termos do art. 53 e seguintes de seu Estatuto, através do Ato Convocatório aos 17 dias do mês de outubro de 2016, na página da internet do FORTEC (www.fortec.org.br), e que consta da Ata e relatório da eleição, encaminhados à Presidente do FORTEC, com cópia para o e-mail da secretaria (secretaria@fortec.org.br)

DIRETORIA:

– Cristina Maria Assis Lopes Tavares da Mata Hermida Quintella – Presidente;
– Shirley Virgínia Coutinho – Vice-Presidente;
– Ana Lúcia Vitale Torkomian – Diretor-Técnico;
– Gesil Sampaio Amarante Segundo – Diretor-Técnico;
– Marcus Julius Zanon – Diretor-Técnico;
– Maria das Graças Ferraz Bezerra – Diretor-Técnico;
– Wagna Piler Carvalho dos Santos – Diretor-Técnico;

CONSELHO CONSULTIVO:

– Marli Elizabeth Ritter dos Santos;
– Maria Celeste Emerick;
– Rubén Dario Sinisterra;
– Rita de Cássio Pinheiro Machado;
– Maria Beatriz Amorim Pascoa Borher.

CONSELHO FISCAL:

– Angelo Luiz Maurios Legat;
– Silvia Beatriz Beger Uchoa;
– Rozangela Curi Pedrosa;
– Sabrina Carvalho Verzola;
– Irineu Afonso Frey;
– Paulo Rogério Pinto Rodrigues.

COORDENAÇÕES REGIONAIS

COORDENAÇÃO REGIONAL NORTE:

– Maria do Perpétuo Socorro Lima Verde Coelho – Coordenadora;
– Daniel Santiago Chaves Ribeiro – Vice-Coordenador;

COORDENAÇÃO REGIONAL NORDESTE:

– Ricardo Fialho Colares – Coordenador;
– Vivianni Marques Leite dos Santos – Vice-Coordenadora;
– Sérgio Ribeiro de Aguiar – Suplente.

COORDENAÇÃO REGIONAL CENTRO OESTE:

– Valquíria Ribeiro de Carvalho Martinho – Coordenadora;
– Emanuela Marcelina Dias da Silva – Vice-Coordenadora;
– Juliana Luiza Moreira Del Fiaco – Suplente.

COORDENAÇÃO REGIONAL SUDESTE:

– Anapatrícia de Oliveira Morales Vilha – Coordenadora;
– Ricardo Silva Pereira – Vice-Coordenador;
– Sonia Maria de Brito Ribeiro – Suplente.

COORDENAÇÃO REGIONAL SUL:

– Adriano Leonardo Rossi – Coordenador;
– Ricardo Antonio Ayub – Vice-Coordenador;
– Luiz Henrique Castelan Carlson – Suplente.

Salvador, 08 de novembro de 2016

A Comissão Eleitoral